Qual a sua Religião?

qual a sua religião?

Qual a sua religião?

Qual a sua religião? Crenças existem desde o primórdio da raça humana. Na Pré-História os humanos acreditavam que os ursos eram Deuses, pois era a maior criatura que eles haviam ter conhecimento. E naquela época já existia o costume de enterrar os entes queridos que morriam, detectando ai uma prática religiosa, o cuidado com os mortos que transcende a vida diária.
 
A primeira crença que se tem conhecimento é o xamanismo, que significa fenômeno da natureza mágico-religiosa característico dos povos siberianos da Ásia setentrional, definido pelas aptidões e capacidades sobrenaturais imputadas a um feiticeiro, o xamã, reconhecido como o líder espiritual das comunidades.
 
No xamanismo, os cultos se relacionavam com a comunicação com os espíritos, normalmente de índios e curandeiros, e as razões do culto eram basicamente de receber ensinamentos e cura.
 
Percebe-se que a comunicação com o mundo dos mortos é muito mais antigo do que podemos imaginar.
 
Depois do xamanismo foram surgindo outras crenças, cultos e religiões ao passar do tempo, até chegarmos na era do cristianismo que foi, para não dizer que ainda é a religião mais poderosa do nosso planeta.
 
O ser humano sempre acreditou em uma força maior por intuição, e isto é natureza humana.
 
A religião na época do Egito Antigo que retrata desde 3200 a.C. até 30 a.C., foi marcado por várias crenças, rituais, mitos e simbolismos. Eles eram politeístas, ou seja, acreditavam em vários Deuses. Eles acreditavam que os Deuses haviam poderes específicos e atuavam na vida das pessoas, tendo uma grande influência na sociedade daquela época.
 
O politeísmo foi adotado também por Roma, Grécia dentre outras poderosas nações daquele século.
 
O Ser humano somente passou a crer em um único Deus aproximadamente em 1.360 a.C. e um dos percursores do monoteísmo foi Akenaton no Antigo Egito. Depois de Akenaton houveram outros mestres monoteistas como Moisés, e por último Jesus Cristo, que veio findar a existência de um único Deus em nossa cultura.
 
A partir dai até os dias de hoje, surgiram várias outras religiões, como católicos, protestantes, espíritas, umbandistas, dentre várias outras…
 
O mais interessante foi a divisão das massas, das crenças, cada uma em sua religião, na sua maioria estudando o mesmo livro – “a Bíblia Sagrada” porém com diferentes opiniões e muita, mas muita discórdia…
 
Nunca na história da humanidade houve tanto separatismo ao estudar o mesmo livro, se pregando a mesma palavra!

Qual é a melhor religião? Quem está correto?

Ainda vivemos em uma era de barbárie, poderia dizer que quase as mesmas barbáries da época das pedras. Pessoas matam umas às outras de formas tão violentas como eram feitos a mais de 2.000 anos atrás!
Apesar de se ter uma religião, uma crença, seja ela qual for, parece que fomenta o aumento da raiva e desrespeito entre as pessoas.
 
Qual o sentido de tudo isto? Qual a verdade absoluta?
 
Vivemos em um planeta aonde a verdade absoluta não existe. O que existe em nosso planeta é a dualidade, a do bem e a do mal, do preto e do branco, o Yin-yang, e alternamos entre essas energias durante toda a nossa vida. Algumas pessoas escolhem experimentar a energia da paz, da harmonia, enquanto outros escolhem experimentar a energia do ódio, rancor, dentre outros sentimentos mais baixos.
 
Mas afinal, não somos quase todos crentes de alguma coisa?
 
Mais de 80% da população acredita em uma força maior que criou tudo!
 
Então o que importa, se um acredita em reencarnação, e se outro acredita em espiritismo, ou evangélico, se o que importa mesmo é acreditar em Deus, uma força maior, uma energia, a fonte, ou seja lá como queira chamar aquele que criou tudo, inclusive a nós!
 
Religião significa religar, religar a que? Ao todo, ao universo, a energia? A DEUS!!!
 
Todos viemos da mesma árvore genealógica, e isto está escrito em todos os livros sagrados. Jesus nos ensinou a amar uns aos outros e não destruirmos, julgarmos e massacrarmos.
 
Quando chegará a hora de nos unirmos todos em um só lugar para celebrar a Deus, celebrar a criação divina, celebrar a união dos povos.
Somos parte desta criação, temos um Deus dentro de nós, portanto somos também Deuses, assim como existe uma parte de nós em Deus.
 
Precisamos parar de uma vez por todas de emanar energias tão negativas para o nosso planeta, planeta este que possui consciência e responde aos atos dos seres humanos, não é a toa que vemos nos noticiários faltando água, terremotos, vulcões erudindo e tsunamis, temos que parar de emanar energias negativas para nossos irmãos, amigos, e parentes.
 
Precisamos aprender a viver em harmonia e cuidar da nossa própria vida. Cuidar da sua própria evolução neste planeta.
 
Se você ainda não sabe o que está fazendo aqui, não sabe porque veio, está perdido?! Um bom começo é começar a fazer o bem sem esperar nada em troca. Ajudar as pessoas que precisam, sem fazer propaganda, pois o que realmente importa é a ação feita para ajudar a quem precisa sem a necessidade de espalhar aos 4 cantos suas ações. Jesus mais uma vez nos ensinou que a mão direita não precisa ficar sabendo o que a mão esquerda faz.
 
Fiquem em Paz
 
Ricardo R. Barroso

E aí gostou? Deixe um comentário, será muito apreciado...